NOTICIAS DA HORA

Ji-Paraná

Publicado em 18/09/2017 às 08h32

Mulher envolvida na morte de homem no Jardim das Seringueiras se apresenta na delegacia

Neste domingo (03), apresentou-se no Plantão de Polícia Civil de Ji-Paraná, Alcione Freitas Faraje, 28 anos, a qual se fazia acompanhar de uma sua tia.

Alcione disse que era a mulher que se fazia acompanhar de Sergio Ferreira Lacerda, 40 anos, o qual foi socorrido no hospital, ontem à tarde, tendo ido a óbito, supostamente por ter sido atingido por disparo de arma de fogo. Alcione chorava muito enquanto dava sua versão dos fatos. 

Segundo Alcione, é usuária de drogas desde os 12 anos de idade e estava com a vítima na residência da Rua Uruguai, 1251, Jardim das Seringueiras, onde consumiam drogas. A vítima teria ficado “enlouquecida” e passou a disparar tiros de sua arma de fogo no quintal. Depois, entrou dentro da casa e desferiu tiros ali também. Teria a vítima apontado a arma em direção de Alcione e efetuado disparo. 

Alcione, quando a vítima se deitara na cama, teria tentado arrancar a arma de sua mão, segurando-a pelo cano. A vítima, que  segurava a arma pela coronha, não deixou e começou o empurra-empurra. Em certo momento, a arma teria atingido a testa da vítima e então esta saiu para fora da casa. Alcione teria deixado a arma em cima do fogão, pegou a moto da vítima e foi embora dali.

O Delegado de Plantão, Luis Carlos Hora, considerou a versão de Alcione desconexa e incompatível com os fatos narrados na ocorrência registrada pela Polícia Militar. Entendeu o Delegado que pode ter havido crime contra a vida e depois de interrogar Alcione, encaminhou a ocorrência para a Delegacia de Investigações sobre homicídios de Ji-Paraná. 

“Há notícia de esganadura por lesões que se apresentaram no pescoço da vítima”, lembrou o Delegado. Disse  ainda que alem de ouvir as testemunhas, é preciso aguardar os laudos periciais, sobretudo do IML.

Alcione foi liberada por não preencher  condições de prisão em flagrante, tendo sido advertida de que se não for mais encontrada, por ter contra si decretada prisão preventiva.

Por: Assessoria PC

voltar para NOTICIAS DA HORA

show fsN normalcase left tsN fwR c05|left tsN fwB hide|left fwR show|c05 b02 bsd|||login news fwB tsN fwR tsY b02ne c10 bsd|normalcase fsN fwB c10 b02ne bsd|normalcase c10 b02ne bsd|login news normalcase b02ne fwB c10 bsd|tsN normalcase b02ne c10 bsd fwR|normalcase c10 b02ns bsd|content-inner||