NOTICIAS

INFRAESTRUTURA

Publicado em 04/10/2016 às 10h35

Iniciada abertura de estrada ligando o distrito de São Carlos ao Lago Cuniã, no Baixo Madeira

Nesta semana, o Governo de Rondônia iniciou a construção de uma estrada com 14 km de extensão para interligar a Reserva Extrativista do Lago do Cuniã ao distrito de São Carlos, ambos pertencentes a Porto Velho e localizados na margem esquerda do rio Madeira. A estrada é construída pelo Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER), que também fará a limpeza da praça construída pelo Estado e praticamente destruída pela enchente de 2013.

O objetivo é construir uma estrada para garantir o acesso de estudantes de Cuniã ao ensino Médio, hoje assegurado apenas no distrito de São Carlos. A via também facilitará o escoamento da carne e couro de jacaré do manejo autorizado no lago do Cuniã, além de melhorar o escoamento de produtos como farinha, castanha e a pesca em geral.

Hoje, o acesso de São Carlos ao Cuniã é realizado por trilha para motocicletas ou por embarcação. Os motociclistas cobram R$ 25,00 no trajeto, ou seja, R$ 50,00 ida e volta. A estrada permitirá o transito de carros para o escoamento das produções e de microônibus para transportar os alunos. O início dos trabalhos foi acompanhado pelo diretor-adjunto

Para o diretor-geral do DER, Ezequiel Neiva, a construção da estrada de São Carlos ao Cuniã é mais um grande desafio que o governador Confúcio Moura assume para ajudar o Baixo Madeira. As máquinas e equipamentos ainda estão sendo atravessados aos poucos, de balsa. O rio está baixo e o maquinário é atravessado um por vez. “Já levamos um trator de esteira, duas pás-carregadeiras e uma retroescavadeira. Até segunda toda a patrulha estará completa, incluindo caçambas e uma motoniveladora (patrol)”, afirmou o diretor.

O residente regional do DER em Porto Velho, Luiz do Carmo, o Polaco, disse que dentro de 15 dias será concluído os serviços de abertura da estrada com o trator de esteira. “Depois vamos implantar bueiros nos pontos baixos, fazer aterros e o patrolamento transformando a antiga trilha numa estrada de qualidade”, disse Polaco, que já enfrentou o desafio construir a Estrada Parque, ligando a região de Ariquemes/Buritis a Nova Mamoré e Guajará-Mirim.

Edinardo Souza Medeiros é administrador do distrito de São Carlos. Ele explica que o acesso de barco de Cuniã a São Carlos é de aproximadamente 5 horas. “Mas não é só isso. O rio está baixo, tem muito toco e é perigoso. O fato é que as crianças precisam estudar e a estrada facilitará tudo”, destacou.

Para o ano de 2016, conforme Antônio Edinaldo Fernandes de Souza, gestor administrativo da Cooper-Cuniã (Cooperativa dos Jacarezeiros), foi autorizado o abate de 900 jacarés, todo o processo acompanhado  pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). A estimativa da Cooperativa é chegar à produção de 6 toneladas de carne neste abate, além de 3,5 toneladas de couro.

Secom - Governo de Rondônia

voltar para NOTICIAS

show fsN normalcase left tsN fwR c05|left tsN fwB hide|left fwR show|c05 b02 bsd|||login news fwB tsN fwR tsY b02ne c10 bsd|normalcase fsN fwB c10 b02ne bsd|normalcase c10 b02ne bsd|login news normalcase b02ne fwB c10 bsd|tsN normalcase b02ne c10 bsd fwR|normalcase c10 b02ns bsd|content-inner||